terça-feira, 8 de junho de 2010

.

Você é uma mentira
Em consignação do meu dinheiro
O teu sexo falso
Você nasceu num pardieiro
Ao seu lado não dou mais nenhum passo
Mentira é teu nome
Falsa é tua palavra
Garota mentira me diga a direção
As final da estrada a perdição
Um abismo profundo
Onde cai o enganado oriundo
Diga que só foram três
E que pelo menos me amou uma vez
Garota ambição
Sabes que sobrou o meu coração
E agora dirigindo esqueci a direção.


Garotas pessimistas choram lá fora
Péssimos atos:
Dar sem vontade
Sorrir com maldade
E se vestir como uma deidade
Só lhes falta humildade
Se pergunto sobre algo
Me tratam com desdém
Não vá por ai moça
Quando o seu velório chegar
Só vou espiar do canto do muro
O teu tumulo solitário
Sem flores, festa ou dinheiro
Daí saberemos quem é o otário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário