terça-feira, 8 de junho de 2010

O amor é o ar do amante, abrigo da solidão, luz na escuridão
Traz alegria ao coração
Um sentimento uma emoção
O amor perpetua na alma do feliz
Surge como uma mentira para a meretriz
Satisfaz o cão perdido
É tarefa do cupido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário