quarta-feira, 30 de março de 2011

CdE

sou causa do efeito
acordei desse jeito
bem feito ao relento
sua cor lama e azada
já foi rei!
já foi leão!
agora é pedinte
e arisco
tudo que olha já é
como uma onda sonora
vinda de um mar emocional
quem disse que eu vejo?
os meus olhos ou minha alma?
pisc-loke, aprende com a luz
esquece o que conduz
com joco e sapiência
agir sempre que algo causar
ação natural até ao rezar
sendo efeito provoco o universo
ao inverso fico estático e imóvel
pausa e sustento
sustenido no vento
espero e ainda penso
se tudo é de meu consenso
nunca amarás alma rançosa
nem que ela seja bela e graciosa
viverei como uma onda
a onda profânica
da nota eterna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário