terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Paixão segundo

Paixão de um segundo Eterna solidão Se uma hora estamos juntos Não deixe meu colchão Ao pegar no sono Logo penso em zarpar Se estou tão sozinho Não ligo de navegar Paixão de dois segundos Fico a rezar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário