terça-feira, 31 de janeiro de 2012

regressar ao velho tempo

Regressar ao velho tempo Andar de qualquer jeito Não ter para onde ir Brincadeira de criança Vida mole Esperança Jogo de bola Na mesma ciranda Não tem hora para dormir Abro os olhos E não esqueço Como é bom o velho tempo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário