sábado, 22 de setembro de 2012

História da Arte, Egito – Esquete.

Cena 1 O escriba entra e posicionasse bem a frente senta com o seu papiro e começa a escrever, leva alguns segundos ele nota o público e começa a sua apresentação. Ah, olá, boa noite, sou Imothep escriba do Faraó sou um tipo de jornalista particular descrevo o cotidiano, o que acontece no império. Hoje dia 25 de setembro comemoramos a coroação do Nilo Festejamos Osíris , com muita comida, musica e dança. 2º Ato Entram as dançarinas até o ponto que elas ficam imóveis. 3º Ato O grande Faraó (Entra o Faraó e Sua esposa) E a sua esposa estão preparados paras As festividades e em todo Egito a vida pulsa. Eles param enquanto o escriba fala. 4º Ato Não posso deixar de lado (entram os escravos) A força os braços e a fé que foge aos padrões egípcios Os Judeus, milhões de escravos que fazem o Egito Continuar a ser o que é. Os escravos vão para frente do Faraó. 5º Ato O Faraó por mais poderoso que seja Ainda é humano e como tal Ele é mortal! A morte para o nosso povo Não é o fim e sim uma passagem ´ Para outros mundos. Entra a múmia e fica no lugar do faraó que sai todo altivo da cena. O que é imortal, é que nós deixamos para vocês. FIM