sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Boa leitura!


É de todo o mérito essa obra as minhas emoções aos meus devaneios e frustrações, somente esses elementos me tornam humano e mais, tornam minha pessoa demasiada humana, o crédito de tal resultado logicamente precisa de fatores e variáveis, essas aqui no momento em que escrevo só posso depositar tal agradecimento as pessoas com quem tive relacionamento, seja profissional, de amizade e as amorosas.
Inspiro-me nesse momento para fazer esse livro em todo o espirito humano, como já percebeu, caso tenha lido algum trabalho meu, busco o lixo, a escória, pois enxergo nela uma verdade inata e pura, algo para ser considerado bom ou belo para a maioria passa por processos de adaptação para chegar a um gosto comum, ao contrário do objeto “pária” o seu belo ou sua funcionalidade já é definida e inalterável por muitas vezes ficando a margem do estético coletivo.
Passo por momentos complicados onde a verdade e a realidade estão em completo desacordo, em minha comunidade os valores e a falta de caráter estão em falta seja comigo seja com o todo. Vivo no meio de mentes fracas e obscuras que procuram a todo o momento uma oportunidade de ser mais do que o outro, isso alguns chamam de inveja, eu chamo de oportunismo burro, pois como todos falamos, cantamos e sabemos: a união faz a força.
Sem mais quero declarar que essa obra é um escrito poético-filosófico, os elementos estéticos de natureza simbólica e romântica encontram-se em cada linha, cada palavra, ao ler dê atenção ao coração e a mente sinta a força das palavras e deixe ao menos por uns minutos o balanço da maré desse mar de ideias e encantos passar a verdade de um poeta que como você vive essa experiência única chamada vida.
Boa leitura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário